domingo

SEJA BEM VINDO

.
.
Sou Alex Massagista e ofereço uma gama de modalidades de trabalhos corporais para homens.
.
Possuo mais de 14 anos de experiência e minha massagem é reconhecidamente profissional, qualificada e ética.
.
Os atendimentos são exclusivamente realizados em meu studio particular localizado em Perdizes, zona oeste, São Paulo, Capital, região central e de fácil acesso.
.
Aplico massagens para homens independente de suas preferências sexuais, aliás, em geral não entramos neste assunto, pois o toque da massagem pode ser desfrutado por todos homens sejam eles gays, heteros, bi ou pansexuais.
.
Muitos dos meus clientes não haviam sido tocados nus por outro homem antes de mim. Eu trabalho de forma a garantir seu conforto e bem-estar em todos os momentos.
.
Informações, detalhes das modalidades e relatos de clientes sobre suas experiências de massagem podem ser acessados nos links desta página.
.


MASSAGENS COM TOQUE SENSUAL
São trabalhos corporais, completos ou localizados, onde é estimulada e mobilizada a energia sexual para favorecer uma maior intimidade de você com seu próprio corpo, ampliar seu prazer sensorial e liberar bloqueios energéticos que possam existir em seu corpo. Orgasmo ou ejaculação não são o objetivo final, embora muitas vezes são bem vindos como agradáveis partes da experiência. O ambiente é naturista, massagista e massageado nus em poderosa conexão para o máximo benefício da vivência.

.

MASSAGENS SEM TOQUE SENSUAL
Atendimentos terapêuticos embasados em técnicas clássicas do shiatsu, bioenergética e reflexologia, combinadas com a abordagem holística onde o tratamento se faz de maneira integral -corpo, mente, espírito.


ATIVIDADES EM GRUPO DE TOQUE E SENSUALIDADE
Eventos mensais variados: relaxamento, auto-descoberta sensorial, exploração íntima e erótica para homens, em turmas reduzidas, limitadas a 6 participantes, focados no aprimoramento emocional, afetivo e sexual homoafetivo..
.
.
Grato por visitar minha home page.
.

Será uma satisfação poder lhe atender.
..


.
.
.
.

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
..
.
.
.